Cartão Cesta Servidor

Vereadores de Betim prometem interceder em defesa dos servidores 

09 - Sind-Saude Betim na Câmara

Camara Betim09 - Sind-Saude Betim na Câmara

 

Por solicitação do Sind-Saúde – Núcleo Betim -, vereadores das comissões permanentes da Saúde e de Defesa do Servidor Público aceitaram discutir sobre a lei aprovada pela Câmara, que retira o cartão-cesta para servidores que recebem a partir de R$ 2 mil brutos. O cartão é pago no valor de R$ 230,00. Servidores estão indignados com a possibilidade de terem mais esse direito retirado.  

 

A lei, aprovada em sessão extraordinária da Câmara de Vereadores há um mês, foi criticada pelo Sind-Saúde por prejudicar os servidores que já recebem salários escalonados neste ano. No dia 30/01, o Sindicato encaminhou carta ao prefeito Vitório Medioli pedindo a revogação da lei.  Confira em: https://www.sindsaudemg.org.br/index.php/prefeituras/2626-em-defesa-do-cartao-cesta.html

 

O presidente da Câmara Municipal de Betim, vereador Léo Contador (DEM), o líder do Governo no Legislativo, vereador Tiago Santana (PCdoB), e os vereadores Elias Araújo (PV), Luiz Conexão (PDT) e Palmerinho (PV), receberam diretores e diretoras do Sind-saúde na tarde de ontem (09/02).

 

Os vereadores  se comprometeram a intermediar o diálogo com a prefeitura para tentar construir uma alternativa que diminua o impacto do corte do cartão cesta servidor.

 

Hoje, sexta-feira, uma comitiva de vereadores deverá se reunir com o secretário municipal de Governo, Bruno Cypriano, para dar início na conversa com o prefeito.

 

Durante a reunião, o vereador Léo Contador comprometeu-se a encaminhar um ofício à Prefeitura solicitando informações sobre o cartão cesta, entre elas qual o número de servidores que serão prejudicados pelo corte e qual a economia que o Executivo espera  conseguir com a medida.

 

(Com informações da Câmara Municipal de Betim)