VIOLÊNCIA: Usuária do serviço de saúde Vespasiano, escarra no rosto de trabalhadora de saúde

Uma enfermeira da Equipe de Saúde da Família foi vítima de um gesto estarrecedor de uma usuária do serviço de saúde nesta segunda-feira (21/06) em Vespasiano. Uma mulher escarrou no rosto da trabalhadora durante atendimento. Além da completa falta de respeito, a atitude da pessoa expôs os presentes na unidade de saúde ao risco de adoecimento de COVID. A usuária também está com suspeita de testar positivo ao vírus. O absurdo se deu após a agressora ser informada que o centro de saúde não poderia xerocar documentos que ela pedia.

Ler mais

Sind-Saúde reúne com gestão do município de Araçaí para tratar sobre a reposição da inflação nos salários

A diretora do Sind-Saúde, Lionete Pires, esteve em reunião com a secretária de saúde, Onei Angela Koahl e o procurador Gustavo Ferreira de Paula, do município de Araçaí, nesta última terça-feira 08/06, para tratar das pautas dos trabalhadores. Além de discutir sobre a reposição da inflação nos salários dos trabalhadores da saúde, também foi tratado sobre a criação de uma comissão para construir o plano de carreira.

Ler mais

Nota em desagravo dos Servidores da Enfermagem do município de Juatuba

O vereador se preocupou em saber o valor do salário do servidor, mas em algum momento procurou saber sobre as condições de trabalho da equipe de enfermagem e dos demais profissionais do PAM? Se todos têm os EPI’s adequados para o atendimento de risco que realizam 24 horas por dia? Se existem equipamentos, insumos e medicamentos para o atendimento da população de Juatuba? Nem mesmo procurou saber a composição do vencimento do enfermeiro.

Ler mais

Cordisburgo: Agentes seguem sem adicional de insalubridade e regularização do vínculo

Há anos o Sind-Saúde luta incansavelmente pela regularização do vínculo dos Agentes Comunitário de Saúde (ACS) e de Combate à Endemias (ACE) e o pagamento do adicional de insalubridade. Para ser mais exato, o sindicato cobra a prefeitura de Cordisburgo desde 2014, conforme registrado na relação de ofícios abaixo. Passaram-se sete anos, a administração municipal mudou, se reelegeu, e mesmo assim não deu a devida importância e valor para os direitos da categoria.

Ler mais