COVID-19: Betim e região

Ter, 24 de Março de 2020 14:02 0 COMMENTS
Imprimir

Em meio a pandemia, municípios mantêm visitas de Agentes de Saúde e contraria medida de isolamento social

Agente foto reprodução internet visita

Foto reprodução internet, meramente ilustrativa


Mesmo diante do alto risco de contaminação e transmissão do novo coronavirus, a rotina de trabalho dos Agentes Comunitários da Saúde (ACS) e de Combate à Endemias (ACE) não mudou nada em diversos municípios de Minas Gerais. Com o crescente número de novos casos em Minas Gerais, Agentes de diferentes cidades denunciam ao Sindicato Único dos Trabalhadores da Saúde (Sind-Saúde/MG) que as prefeituras mantem as visitas à domicilio e nem sequer receberam Equipamentos de Proteção Individual (EPI). A visita expõe o trabalhador e também a população.


O Sind-Saúde Núcleo Regional Betim encaminhou cobrança de atitude das cidades de Esmeraldas, Mateus Leme e Ibirité. Trabalhadores de Betim e Juatuba também relatam a falta de um planejamento de contenção do vírus e proteção dos trabalhadores da saúde. O Sindicato irá encaminhar para as gestões dessas cidades as denúncias recebidas. No documento, o Núcleo pede a imediata suspensão das visitas domiciliares. “As visitas domiciliares expõem em risco eminente todos os trabalhadores e a própria população dos domicílios visitados podendo até levar a morte dessas pessoas”, diz o trecho do documento que solicita ainda a liberação dos trabalhadores do grupo de risco sem prejuízo dos salários e a garantia de EPI para todos que estiverem no trabalho.