Justiça foi feita

Qui, 13 de Dezembro de 2018 20:23 0 COMMENTS
Imprimir



Técnica de enfermagem é absolvida após 5 anos de acusação injusta

layza


Trata-se do caso da servidora Liza Alves, técnica de enfermagem, lotada no Hospital Julia Kubitscheck (HJK) que foi acusada injustamente por gestoras da unidade sem nenhuma prova, de forma leviana e maldosa que veio a causar diversos danos pessoal, econômico, familiar e principalmente psicológica. A servidora foi denunciada no COREN (Conselho Regional de Enfermagem) sem nenhuma prova ou testemunha. Tal fato expos a trabalhadora a situações vexatórias vindo a lhe prejudicar em seu ambiente de trabalho, causando perseguições e falatórios. 

Sem provas, a servidora foi condenada pelo Coren/MG, o que gerou clima de revolta entre vários companheiros de trabalho que conheciam a profissional e tinha absoluta certeza de sua inocência pela acusação sem fundamento. O Sind-Saúde acompanhou todo o processo e não aceitou tal decisão de condenação e recorreu junto ao Cofen (Conselho Nacional de Enfermagem). Esta luta perdurou por cinco anos, vindo hoje (13/12) a ser julgado o recurso da trabalhadora no Cofen em Brasília, sendo tal recurso acompanhado pelo dr. Augusto Bicalho do departamento jurídico do Sindicato.


Durante a assembleia desta quinta (13) o advogado comunicou a decisão do Plenário do Conselho por unanimidade pela absolvição de Liza Alves. A diretora do Sindicato Neuza Freitas deu a notícia a trabalhadora que estava na Assembleia. Fato que causou comoção geral dos trabalhadores e aplausos pela vitória de Liza que agradeceu o Sind-Saúde e seu departamento jurídico.

O Sind-Saúde/MG reitera uma vez mais a sua disposição em defender todos os trabalhadores e trabalhadoras da saúde que passam por esses tipos de situação. A luta em defesa dos trabalhadores é a missão primordial da entidade.