Apoio à greve dos educadores de Minas Gerais

Ter, 18 de Fevereiro de 2020 14:46 0 COMMENTS
Imprimir

Sind-Saúde apoia a greve dos servidores da rede estadual de ensino de Minas gerais

18-02 nota de apoio

 

O Sindicato Único dos Trabalhadores de Minas Gerais manifesta total apoio à greve dos educadores da rede estadual de ensino de Minas Gerais, deflagrada no último dia 11 de fevereiro por tempo indeterminado.

A decisão é reflexo do quanto a categoria docente segue sendo alvo da desvalorização e sucateamento da educação por parte do estado.

Em tempos de tantos retrocessos, é necessário recordar que, mesmo em um contexto de tantos ataques, a educação, assim como a saúde, é um direito constitucional, que deve ser assegurado em todos níveis de governo.

Entre as reivindicações da categoria, está o pagamento de todo 13° salário de 2019 (30% da classe ainda não foi contemplada com o benefício), a aplicação do mínimo de 25% dos recursos tributários do estado na educação e o pagamento do piso nacional dos professores. Além disso, os funcionários pedem isonomia de tratamento por parte do governo de Minas.

O Sind-Saúde/MG se solidariza com a luta dos professores e demais servidores da rede estadual, por entender que a luta por uma educação pública e de qualidade é reflexo de uma política de valorização de todas trabalhadores estudantes e comunidade escolar.