CUT-MG elege nova diretoria

Seg, 02 de Dezembro de 2019 19:26 0 COMMENTS
Imprimir

Eletricitário e secretário-geral em duas gestões estará à frente de Direção renovada e representativa da classe trabalhadora em Minas Gerais, diretora do Sind-Saúde Núcleo Regional Betim Yara Diniz compõe diretoria pela primeira vez

13CECUTMG

Foto: Taís Ferreira

O eletricitário Jairo Nogueira Filho foi eleito presidente da Central Única dos Trabalhadores de Minas Gerais (CUT/MG), em Plenária do 13º Congresso Estadual – CECUT/MG – Lula Livre, Lula Inocente – Sindicatos fortes = direitos, soberania e democracia realizada no início da tarde deste sábado (30) no Centro de Convenções do Sesc Ouro Preto. Secretário-geral nas duas últimas gestões, Jairo encabeçou chapa única para o mandato 2018-2022. A Plenária foi coordenada por Beatriz Cerqueira, presidenta da Central por dois mandatos e atualmente deputada estadual pelo PT, e com a participação de Sérgio Nobre, eleito presidente da CUT Nacional em outubro. Dos trinta e seis dirigentes, numa articulação de grande renovação da Diretoria Executiva e da Direção Estadual, quatro vão representar a CUT/MG na CUT Nacional. Na sua despedida, Beatriz Cerqueira não conseguiu conter as lágrimas

“A eleição aconteceu da forma mais democrática e chapa representa uma grande renovação, com inclusão de todos os setores da base CUTista. Os sindicatos e entidades entenderam e a CUT também entendeu que estamos num momento em que só a união, um grande plano de lutas, com estratégias e táticas bem construídas e muita disposição para luta nos darão condições de enfrentar esta conjuntura e para dar continuidade e fortalecer o trabalho que vem sendo realizado pela Central, em especial nos dois mandatos em que a Beatriz Cerqueira esteve à frente da CUT/MG, com quem, sempre vou repetir, aprendi muito. E com uma Direção que tem tudo para muito aprendi”, disse Jairo Nogueira Filho.

“Este é o momento em que a classe trabalhadora e o povo brasileiro sofre muitos ataques, num projeto de desemprego, de volta da miséria, trabalho precário, crescimento da informalidade. Colocam a conta sempre nas costas de trabalhadoras e trabalhadores e da população mais pobre. Um absurdo. E a CUT precisa estar preparada para lutar pela recuperação dos direitos de trabalhadoras e trabalhadoras e construir um plano de ação para enfrentar uma conjuntura tão ruim. Vamos, também, recompor os territórios regionais, fortalecer o trabalho de base e buscar aprofundar o diálogo e o convencimento da população da realidade que vivemos e como vamos derrotar os projetos da extrema direita no país, com Jair Bolsonaro, e em Minas, com neoliberalismo de Romeu Zema”, concluiu o presidente eleito da CUT/MG.

Fonte: CUT/MG

Yara direção cut

Yara Diniz, diretora do Sind-Saúde Núcleo Regional Betim, irá compor a direção executiva da Central em Minas